terça-feira, 9 de outubro de 2007

Misterios na Chapada Diamantina


Romance rico em simbolismo cabalístico, explícito em rituais de antigas tradições esotéricas e esclarecedor quanto a curas, projecção astral, aura e hermetismo, protagonizado no Vale do Capão, quando uma jovem Maga redescobre um amor de outras vidas. Sendo também um romance ambientalista, esse mágico conto conscientiza as pessoas quanto aos problemas do meio ambiente. Problemas como os maus tratos de animais em rodeios e vaquejadas, o grande descaso quanto ao caos climático, já sem retorno, que pode apenas ser retardado. Um grito pela vida da Mãe Terra! Um amor que ecoa pela eternidade!

Livro de um grande amigo meu,coisa assim de vidas passadas,rs...Deixo com vocês a indicação e propaganda,ainda não li estou esperando o meu chegar : http://www.livrorapido.com.br/
Que possamos escutar o silencio,e deixar florescer a consciência ambiental,a mãe natureza precisa de nós,pois somos uno,só com o equilíbrio entre o natural e o humano que poderá existir a mínima que seja consciência ecológica.


Sander, que os ventos que nos guiam e nos transformam ,tragam boas vibrações nesse projeto,e como sempre falei para ti, Que a grande mãe terra,possa te iluminar sempre.Sinta a natureza como ela te sente. foi assim em tempos antigos,e que continue sendo.
"Os amantes da sabedoria serao teus iguais. As mais altas mentes ficarão felizes em te escutar; Sobre o que se chama de materia e o que existe nos mundos q não se veem, será regido por tua vontade, e mal nenhum se aproximara de ti, pq tremerao só em ouvir o teu nome!" Que assim seja.

3 comentários:

Sander Branwen disse...

Sendo a Natureza nossa Mãe, eis então em imagem o seu colo, nosso amado berço! Se algum buscador possui dúvidas, contemple as curvas do Graal, revestido interiormente de verde. E para os que acham que o Sangue Real é sangue humano, do qual se deseja beber para iluminar-se, digo-lhe que só levarás amargor a tua boca... O Sangue Real são as fontes, os rios e as seivas em frutos tão doces quanto o néctar das flores que desabrocham na Chapada Diamantina.

(Sander Branwen)

Artur Finizola disse...

Oi, estou passando por aqui, pq estou catalogando o máximo de blogs alagoanos para colocar no AIEGUA.COM.BR, como um guia para blogs e gostaria de saber se o seu faz parte desta leva e se você tem interesse em que publiquemos seu link.

Abraços.

Anônimo disse...

Queria adquirir o livro, ou até comprar um versão digital (PDF).
É possível?
Meu e-mail: denisevaz@gmail.com